sábado, 18 de junho de 2011

Eu vi a mim mesmo

Eu cá pensando...

Eu em meu exilio

Mais profundo de querer

Tentar transparecer o que eu nunca fui

O que eu não sou

De minha sede

De querer ser aceito

Por pelo menos um alguém

Soluço meu pranto quieto

Eu sem mesmo querer

Me escondo

De tudo

Que possa me parecer

Cruel, fútil e duvidoso

Não sei o que eu poderia dizer

Quando seus lábios não sabiam

O que também iam me dizer

Não sabia se eu te abraçava

Ou apenas concordava

Com as lágrimas

Que eu as via cair

E mesmo assim

Não conseguia acreditar

Não sabia perdoar

A minha vida

Se foi praticamente

E nem sabia

Se eu vivia de verdade

Tentar acreditar em ti

Em meus irmãos

Que desconheço

Não me faço de vitima

Só fui um erro do acaso

Procurar aceitação

Em vão de ser mais

Pra mim mesmo

E não pros outros

Me fiz sozinho

Eu mesmo não querendo

Corri

Viajei

E consegui

Por hora

Me encontrar

Me reencontrar

Não achei o vazio

Achei a mim mesmo

Eu vi a mim mesmo

Atrás do seu olhar



Jeferson Guedes

Um comentário:

  1. Não sei o que dizer, simplesmente disse tudo o que sinto.

    ResponderExcluir