segunda-feira, 21 de junho de 2010

Apenas ao acaso

Apenas
Fechei meus olhos.
E acordei novamente
Em teus braços.

Mais um sonho a mais.
Quão real foi aquele instante.
Aquela vez...
Desisti sem mesmo
Ter tentado.

Ainda não larguei do vício
Dos teus olhos.
E nem mesmo do cigarro
Consigo largar.

Não sei se vou conseguir
Te encontrar.
Mas outrora te achei
Ao acaso.

Tu não estás
Mais perto de mim.
Sonhei em vão aquela noite.
Acho que sonhei
Apenas por sonhar...

Acho que a realidade
Não consegue me satisfazer.

E nem em meus próprios sonhos
Consigo ter paz,
Pois sempre acordo
Sentindo pena de mim mesmo.

Tentando novamente
Por mais uma manhã a mais;
Sentir o teu cheiro.

Que não está em mim...
Já faz tanto tempo...


Jeferson Guedes

3 comentários:

  1. de novo: me fez chorarrrrr seu fidamãe

    ficou lindo....

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir