quarta-feira, 7 de julho de 2010

Vento dentro do tempo

Eu encaro o vento...
Da mesma forma que encaro o tempo...
Eles passam por nós...
De tal forma que foge aos nossos olhos...
Sei apenas,
Que devemos dar bons ventos a nossa nau...
Pra que ela não se perca...
E não nos deixe perdidos
No meio do oceano.
Assim como devemos fazer...
Que nosso tempo seja mais proveitoso...
Pra que ele também não nos deixe...
A deriva no meio das nossas próprias vidas.
O vento...
Tenho saudade dos bons ventos...
E sinto o mesmo do tempo...
Que já se fora...
Perdido com o vento...
E deixou minha triste nau,
Naufragar...
No meio de todo esse pranto.


Jeferson Guedes

3 comentários:

  1. Parabéns pelo poema!

    ResponderExcluir
  2. que lindo meu Jeff o vento é sim como a vida passando por nós sempre e sempre és todo poesia ^^

    ResponderExcluir
  3. Analogia Excelente, da relação do tempo com o vento. Acho que um dia tento escrever algo desse mesmo estilo*-*
    Por enquanto, estou apenas escrevendo sobre opiniões ou divagando sobre alguns assuntos...nada muito poético. Nada muito confessional. Pelo menos, por enquanto.

    ResponderExcluir